Laserterapia

O uso do laser na área da saúde vem sendo cada vez mais difundido – hoje os estudiosos dessa área não se preocupam mais em comprovar sua eficácia, e sim, em observar e compreender até onde vão seus benefícios.

É sabido atualmente que a laserterapia de baixa potência é capaz de acelerar, modular e inibir determinados processos biológicos do nosso organismo.

Nas situações de assistência ao cuidado materno-infantil e amamentação, a utilização do laser tem se mostrado muito útil principalmente para auxílio no tratamento de traumas mamilares, acelerando a cicatrização, reduzindo a inflamação e contribuindo com sua função analgésica. Também verificamos utilização bem-sucedida em pós-cirúrgicos de frenectomias (procedimento para correção de alterações em freios linguais e labiais).

O uso do laser de baixa potência é um recurso auxiliar de fácil aplicação, indolor, sem efeitos colaterais e com poucas contraindicações, e pode ser utilizado durante as consultorias domiciliares em amamentação, conforme as indicações de cada caso.